2

03/06/11

♥ É tarde de mais ♥


Não te amo mais.
Estarei mentindo dizendo que
Ainda te quero como sempre quis.
Tenho certeza que
Nada foi em vão.
Sinto dentro de mim que
Você não significa nada.
Não poderia dizer jamais que
Alimento um grande amor.
Sinto cada vez mais que
Já te esqueci!
E jamais usarei a frase
EU TE AMO!
Sinto, mas tenho que dizer a verdade
É tarde demais...

Clarice Lispectro

(Obs importante: Apesar deste poema já estar cadastrado, vale ressaltar que sua leitura é feita de ordem inversa, ou seja de baixo para cima - ocorre duas interpretações distintas conforme o fluxo da leitura)
Amara Mourige 

3 comentários:

  1. Muito interessante esse poema e suas 2 formas de ser lido... ótimo domingo,beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Olá!!

    Venho agradecer seu carinho e responder sua pergunta.

    Todos os textos do Alma são meus, posso até passar por alguma influencia de textos lidos- ou como uma vez que usei em um dos meus textos uma frase de Charles Chaplin, a frase era perfeita e cabia em toda a narrativa... rs

    Bom é isso- um beijo enorme!!

    O poema postado por vc é lindo!!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Oi meu amor- vc fala das imagens?... Se acaso for se entendi- eu pego no google.

    Se não for isso, me perdoa e desenha pra mim... kkkkkkk

    um beijo!

    ResponderExcluir